omelete-recheada
Ovos

Descoberta do Dia: Omelete Recheada com Coalhada Seca e Ervilhas na Manteiga!

As vezes, quando bate aquele preguicinha de cozinhar algo mais elaborado e não quero macarrão, apelo para uma omelete. Omelete com salsinha, tomate, queijo, cebola bem picadinha e voilá: uma refeição completa. Acompanhada de uma saladinha, um arroz branco ou apenas legumes no vapor, melhor ainda! Resumindo, acho que é o melhor quebra-galho que pode existir!

Quando quero algo mais “elaborado” ou diferente do trivial, saio caçando alguns ingredientes na geladeira. No entanto, que fique bem claro que sou contra sair jogando qualquer tipo de coisa na omelete! Lembre-se que fazer aquela mistureba de coisas pode gerar uma confusão de sabores. Um sobressai mais que o outro e por aí vai. Tente equilibrar todos eles.

A base da omelete é sempre a mesma independente do que for acrescentado, que é: um ou dois ovos, uma pitada de sal e um pouco de leite. O resto vai de acordo com a minha imaginação! Achei na geladeira um restinho de coalhada seca e como a quantidade era muito pequena, provavelmente não serviria para fazer uma receita grande. O que aconteceu? Simples! Achei que seria interessante descobrir se coalhada seca na omelete combinava.

Para 2 pessoas (ou uma com muita fome):

  • 2 ovos
  • 2 colheres de leite
  • 2 colheres de sopa de cebola bem picadinha
  • 2 colheres de sopa de parmesão ralado
  • 2 colheres de sopa de coalhada seca
  • 1/3 de uma xícara de chá de ervilhas (eu uso as congeladas da D’Aucy. São ÓTIMAS!)
  • Manteiga
  • Sal a gosto
  • Pimenta Lemon Pepper a gosto (pode ser substituida pela pimenta do reino)
  • Um fio de óleo

Quebre os ovos em uma tigela, adicione a cebola bem picadinha, o parmesão ralado e o leite. Bata bem. De preferência utilize o fouet, assim a massa da omelete ficará bem aerada. Coloque o sal e a pimenta. Lembre-se que o parmesão já é salgado, portanto, não há necessidade de salgar muito a omelete.

Passe as ervilhas em água corrente para descongelá-las. Em uma frigideira derreta em um pouco de manteiga, jogue as ervilhas, um pouco de sal e deixe por aproximadamente 2 minutos. Reserve.

Em uma frigideira bem quente, coloque um fio de óleo e espalhe a massa da omelete. Faça em fogo médio/baixo para cozinhar tudo por inteiro e não queimar. Vá virando a frigideira para escorrer para os lados a massa crua. Quando a omelete estiver cremosa em cima e dourada em baixo, desligue o forno.

Coloque a coalhada em um só lado e espalhe. Em cima da coalhada disponha as ervilhas. Cuidadosamente dobre a omelete.

Simples, diferente, levemente azedinha. Ou seja, uma descoberta que valeu a pena!

Bon Appétit!
Bisous,

Write a comment