spaguetti-gorgonzola
Massas, Molhos, Pastas & Cremes

Pós-Carnaval da preguiça: Spaghetti com Molho Cremoso de Gorgonzola e Nozes Pecãs

Todo ano, antes mesmo de fechar a viagem do Revéillon, lá estou eu fazendo planos para o melhor feriado do mundo: o Carnaval. Não sei de onde tirei esse amor pela folia, já que aqui em casa meus pais nunca alimentaram essa paixão. Não sei porquê, só sei que gosto – e muito. O ponto é que, pela primeira vez na história, esse ano as coisas foram bem diferentes. Deixei a freneticidade da data de lado para buscar… Tranquilidade. E, essa ânsia de saborear cada instante de paz que o feriado pudesse me oferecer, se refletiu na cozinha, ou melhor, no almoço pós viagem de Carnaval: spaghetti com molho cremoso de gorgonzola e nozes pecãs.

Carnaval sempre foi, digamos assim, uma data sagrada na minha vida. Quando eu era mais nova, em janeiro já começava a correr atrás de fantasias para me acabar de pular em alguns dos bailinhos que minhas tias iriam me levar durante o mês de Fevereiro. Durante a pré-adolescência, como meus pais nunca curtiram essa folia toda, me bandeava para algum lugar com a família de alguma amiguinha. A adolescência foi a fase em que eu descobri o que era Carnaval sem adultos – mesmo viajando com eles. Já mais velha, a cada ano, ia criando mais e mais histórias memoráveis. E assim foi indo, até que esse ano tudo mudou.

Tenho trabalhado tanto que, pela primeira vez na história dessa criatura que vos fala, eu queria que o Carnaval chegasse logo para que eu finalmente pudesse descansar dormir. Sem o menor remorso, abandonei os bloquinhos fervo e decidi que dessa vez tudo seria mais tranquilo – ou menos frenético, depende do seu ponto de vista. A missão foi realizada com sucesso, inclusive, a chuva que caiu no litoral norte paulista durante os quatro dias ajudou bastante para que eu não desvirtuasse saísse fora do eixo. Tudo foi bem tranquilo, com diversão na medida (minha mãe ficaria muito orgulhosa de ler isso).

Quando cheguei em São Paulo, entrei em casa e fiquei bem feliz ao perceber que ainda tinha mais um tempinho de tranquilidade. Deixei o dia passar sem me planejar e, foi só quando o estômago roncou que eu comecei a pensar no almoço. Coloquei um vinho para gelar e comecei a pensar no que comer. Dias de preguiça pedem pratos descomplicados, ou seja, únicos. Algo que não peça acompanhamentos ou que simplesmente evitem deixar a pia amontoada de louça suja. Não precisei pensar muito: risoto ou massa? Fiquei com a massa. Abri a geladeira atrás do que poderia virar um molho e achei um pedaço de gorgonzola. Para dar textura, algumas nozes pecãs que estavam guardadas no armário. Uma taça de chardonnay para acompanhar e um feriado fechado com chave de ouro.

Lazy food, lazy holiday.
Para duas pessoas:

  • 250g de spaghetti (ou qualquer outra massa longa)
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 125g de queijo gorgonzola
  • ¼ de xícara de chá de vinho branco
  • 100g de creme de leite sem soro (meia caixinha)
  • 50g de nozes pecãs picadas grosseiramente (se não tiver a pecã, pode usar a normal, ou então substituir por qualquer outra castanha de sua preferência.)
  • Sal a gosto
  • Pimenta do reino a gosto
  • Fio de óleo
  • Água para cozinhar o macarrão

Comece preparando a massa. Coloque a água para ferver com um fio de óleo, quando ela ferver adicione sal e cozinhe conforme as instruções do fabricante. Eu usei uma massa italiana que demorou aproximadamente 9 minutos para ficar pronta. Lembre-se sempre da regra de ouro: macarrão sempre al dente, nunca mole demais.

Enquanto isso, esfarele com a ajuda de um garfo o pedaço de gorgonzola. Isso irá facilitar na hora de preparar o creme. Reserve.

Em um panela, derreta a manteiga e em seguida o queijo gorgonzola. Quando ele estiver completamente derretido, adicione o vinho branco e misture. Desligue o fogo.

Adicione o creme de leite e misture até o creme ficar bem homogêneo. Acerte o sal se houver necessidade e a pimenta do reino. Reserve.

Pique grosseiramente as nozes. Reserve.

Escorra o macarrão e volte imediatamente para a panela. Coloque o molho morno/quente por cima e misture bem. Por último, adicione as nozes pecãs e misture.

Dica: para o prato e a temperatura elevada, escolhi um bom chardonnay para acompanhar a refeição. Se quiser algo mais marcante, experimente misturar iscas de carne no molho e trocar o vinho branco por um tinto.

Bon Appétit!
Bisous,

Write a comment