rigatoni
Massas

Misturas inusitadas: Rigatoni com Creme de Purê de Abóbora e Presunto de Parma

No post passado eu falei um pouco sobre um acompanhamento que eu adoro: o purê de abóbora cabotchá (japonesa). Para aquela receita eu utilizei aproximadamente 1,2kg de abóbora, ou seja, uma quantidade generosa absurda. O ponto é que sobrou purê para a semana inteira, então, depois de dois dias, eu não aguentava mais ver aquela pasta laranja na minha frente. Além da questão do desperdício, achei interessante dar um jeito na situação antes de mandar a receita para o limbo-do-pratos-que-eu-enjoei. Modéstia a parte, além da solução ter sido bem inusitada, ela deu muito certo: o purê virou um creme que foi parar no macarrão.

Comprei um pacote de rigatoni e deixei ele parado no armário até que eu tivesse uma ideia realmente boa. Confesso que eu tenho uma mania um tanto quanto estranha, defino as massas de acordo com os momentos de consumo: spaghetti e penne são as que eu uso para quebrar o galho do dia a dia, fusilli para quantidade, linguini e spaghettini quando quero algo mais intimista e diferenciado, e por aí vai. Para o rigatoni eu já sabia o que queria: uma comfort food. Precisava ser uma comida que agregasse sabor, cremosidade e aquela sensação de estar comendo na casa da vó. E foi ali, naquele creme alaranjado, que eu vi a minha oportunidade brilhar.

A coloração estava tão viva e bonita, que com certeza ela deveria ser a estrela do prato. Complementos com certeza, mas a abóbora em si que deveria dar o tom e sobressair em relação ao restante. Aproveitei um presunto de parma que a minha mãe tinha comprado para o meu pai para dar um gostinho a mais e um pouco de textura à massa. Como o purê estava muito grosso, precisei ralear com caldo de legumes até ficar bom para misturar.

No modo geral, acho que foi uma solução e tanto. Um prato saboroso e completo. O creme utilizado era praticamente abóbora pura, ou seja, super nutritivo. Talvez, trocando o presunto de parma pela copa, o prato fique ainda mais marcante. Quem sabe para uma próxima vez!

Vem comigo!
Para 5 pessoas:

  • 500g de rigatoni (caso queira, pode trocar por outras massas curtas como penne, orrichietti, fusilli etc)
  • 2 xícaras de chá de purê de abóbora
  • 2 xícaras de chá de caldo de legumes
  • 175g de presunto de parma
  • 200g de creme de leite (uma caixinha)
  • Noz moscada a gosto
  • Sal a gosto
  • Parmesão a gosto
  • Azeite a gosto
  • Fio de óleo
  • Água para cozinhar o macarrão

Coloque a água para ferver com um pouco de óleo. Quando ela levantar fervura, coloque um pouco de sal e o macarrão. Cozinhe de acordo com as instruções da marca escolhida, sempre lembrando que a massa deve ficar al dente e não mole. Quando a massa ficar pronta, escorra e reserve com um fio de azeite.

Enquanto a água estiver no fogo, prepare o creme. Pique o presunto de parma grosseiramente. Separe cerca de 30g e reserve o resto.

Em uma panela, coloque um fio de óleo e frite os 30g de presunto de parma até ele ficar crocante. Quando ele estiver no ponto, retire da panela, seque com um papel toalha e reserve.

Na mesma panela, adicione o purê de abóbora e o caldo de legumes. Com um fouet, em fogo baixo, incorpore um ao outro delicadamente até formar um creme liso e homogêneo.

Em seguida, desligue o fogo e adicione o creme de leite sem soro. Misture bem.

Adicione o presunto e rale um pouco de noz moscada (não muito para não ficar amargo). Misture e acerte o sal se houver necessidade.

Misture o creme ao macarrão cozido.

Para a montagem, coloque a massa no fundo do prato e salpique um pouco do presunto de parma frito por cima. Finalize com parmesão ralado.

Dica: escolha um bom vinho (tanto branco quanto tinto) para acompanhar a massa.

Bon Appétit!
Bisous,

Write a comment