doce-de-leite
Sobremesas

Sensacional: Cheesecake Assada de Doce de Leite

Lá atrás, quando eu comecei com o blog, um dos meus primeiros posts foi sobre um Cheesecake com Calda de Frutas Vermelhas. Na época, confesso que eu achei o má-xi-mo. Hoje, relendo e observando, morro de vergonha. Há quase dois anos eu não sabia o que era ter um blog, quais cuidados eram necessários (estéticos e textuais), melhor abordagem etc. Tudo não passava de um saboroso passatempo. Como não me orgulho tanto assim daquele post, estava esperando a oportunidade perfeita para me redimir comigo mesma. Junto com o Dia dos Pais, chegou uma Cheesecake Assada com Doce de Leite.

Aproveitei o nosso almoço de dia dos pais para fazer um agrado para o meu fofinho. Ele não é muito fã de cheesecake, mas por causa da calda de doce de leite, consegui convencê-lo que seria uma boa ideia. Tudo bem que no final, só por precaução, ele me fez preparar uma salada de frutas caso o gosto não ficasse do seu agrado. Para facilitar, ao invés de fazer uma torta não-assada, optei pela versão que vai ao forno para suavizar um pouco o sabor intenso do cream cheese.

Claro que antes de colocar a mão na massa, fui consultar o Google da culinária americana:  Martha Stewart. Queridos, é um fato, quando estamos em dúvida não tem nada melhor do que procurar o oráculo a referência daquele assunto específico. Nunca tinha visto uma receita de cheesecake que levasse limão, mas, de acordo com Marthoca, ele ajuda a não deixar a torta tão enjoativa quebrando  o sabor intenso do cream cheese. Depois disso, peguei a receita antiga, mesclei com alguns elementos do dela e parti para o preparo.

O preparo de uma cheesecake é relativamente simples: o liquidificador, a batedeira e o forno fazem todo o trabalho sozinhos. No entanto, existem alguns detalhes chatinhos que impactam diretamente no produto final. Sim, são aquelas regras que costumamos interpretar como besteiras e adoramos ignorar, mas que no final fazem toda a diferença. Na hora de bater o queijo, é melhor escolher o batedor em formato de pá ao invés do de arame para não formar muito ar na massa. Quando a sua torta estiver assando, esse cuidado fará com que a superfície não rache. Outro detalhe importante que influencia diretamente no sabor, é usar o cream cheese inteiro por ter mais gordura que a versão light. Falando no queijo, não só ele mas também os ovos, devem estar em temperatura ambiente – isso fará com que eles misturem melhor.

Por último, e não menos importante, não queira correr ou apressar uma das etapas. Do preparo ao ato final – no caso, o de comer – são horas de espera. Essa é uma daquelas receitas que você precisa se preparar e se planejar. Não adianta querer correr: uma boa cheesecake precisa de muita calma e paciência. Se serve de conselho, vale muito a pena. Cada minuto, cada detalhe.

Separe os seus potes de cream cheese e vem comigo!
Para uma cheesecake (forma de 23cm de diâmetro):

  • 200g de bolacha maizena
  • 80g de manteiga sem sal (aproximadamente, 2 colheres de sopa)
  • 750g de cream cheese (5 potinhos de 150g)
  • 1 xícara de chá de açúcar
  • 4 ovos em temperatura ambiente
  • 1 1/2 colher de sopa de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de essência de baunilha
  • Raspas de um limão
  • 1 colher de sopa de suco de limão
  • 200g de doce de leite
  • Água quente para fazer o banho-maria

Prepare uma forma  com aro removível (um detalhe super importante) embalando-a com papel alumínio. Como a torta é assada em banho-maria, todo cuidado é pouco evitar que entre água na massa.
Pré-aqueça o forno a 180º.
Comece pela base da cheesecake. Quebre grosseiramente as bolachas maizena e triture os pedaços no liquidificador. Em seguida, derreta a manteiga. Transfira os biscoitos triturados para um bowl, acrescente a manteiga derretida e misture com as mãos até formar uma farofa bem úmida.

Transfira essa mistura para uma forma redonda com aro removível. Pressionando a farofa com uma colher ou uma xícara medidora, faça uma crosta bem uniforme tentando igualar a espessura por toda a forma. Asse por 10 minutos, retire do forno e abaixe a temperatura para 170º.

Enquanto isso, coloque todo o cream cheese na batedeira e bata com uma pá em velocidade média por 3 minutos. O queijo deve virar um creme bem uniforme.

Desligue a batedeira e adicione o açúcar, a baunilha, as raspas e o suco de limão. Em seguida, peneire a farinha por cima. Volte para batedeira e bata em velocidade média até formar um creme bem fofo e homogêneo. Nesse momento, esquente  a água para fazer o banho-maria.

Quando o creme estiver bom, adicione um ovo por vez e certifique-se de bater bem a cada adição – sempre com a pá. Se possível, a cada ovo adicionado, desligue a batedeira e raspe com uma espátula de silicone as laterais para se certificar que está batendo tudo.

Despeje o creme de queijo sobre a crosta previamente assada. Coloque a forma dentro de uma segunda forma e leve ao forno. Preencha a forma com a água quente até a metade da que contém a massa. Feche o forno e asse por aproximadamente 70 minutos. O mínimo de tempo é 1h, portanto, antes disso não abra o forno. Para saber se ela já está devidamente assada, basta dar uma chacoalhada delicada: as laterais devem estar firmes e o centro levemente mole.

Retire a massa do forno, coloque sobre uma gradinha e deixe esfriar completamente. Depois, cubra com papel filme e leve à geladeira por no mínimo 6h.
Na hora de desenformar, delicadamente e cuidadosamente, passe uma faquinha nas laterais. Finalize com o doce de leite.

Bon Appétit! 
Bisous,

Write a comment