DSC_08562
Sorvetes

Calor da Zâmbia: Sorbet de Manga com Cointreau (licor de laranja)

\Quando meu irmão comprou a máquina de waffles, pensei que fosse utilizá-la regularmente. Quando eu comprei a sorveteira, não preciso nem dizer que essa mesma ideia passou pela minha cabeça. Acontece que mesmo já tendo usado várias vezes, não foram tantas quanto eu gostaria. A grande verdade é que, infelizmente, esse é o tipo de utilitário que você dificilmente usa com frequência. No entanto, graças ao calor estúpido que tem feito, consegui colocar a minha sorveteira para trabalhar novamente “antes do verão chegar”. Nada como esse tempo ma-lu-co que faz em São Paulo, para me dar uma forcinha extra. O post de hoje é repleto de refrescância, sabor e cor: Sorbet de Manga com Cointreau (licor de laranja).

Parto da teoria de que quando está calor, pessoas como eu sofrem. Sofrem porque quando as temperaturas estão elevadas demais, fica extremamente difícil pensar em comida. Tirando saladas, refrescos ou coisas que sejam realmente leves e refrescantes, qualquer outra receita que obrigatoriamente passe pelo fogão ou pelo forno, se torna desagradável. O jeito é encontrar aqueles pratos que descem redondo, que com uma única colherada conseguem gelar e dar aquele alívio necessário. São em dias de muito calor que para espantar a moleza eu opto pelo açaí, pelaladas de folha, as sopas frias e os sorvetes. E em uma dessas, sempre sobra espaço para os sorbets.

Sorbet é diferente de sorvete. Os nomes e o produto final podem ser parecidos, mas enquanto o tradicional sorvete tem como base o leite, o sorbet leva apenas água e fruta. Ou seja, de cara já podemos dizer que ele é mais refrescante. Levando em conta os seus ingredientes, essa é uma opção menos gordurosa e mais leve. É importante dizer que a consistência do sorbet também é bem diferente: granulada e zero cremosa. Fazendo um exercício de comparação, o sorbet é parecido com a nossa raspadinha tirando o fato de ter cristais de gelo mais delicados.

Por mais simples que seja, para fazer um bom sorbet é importante levar alguns aspectos em consideração. Como ele é feito de fruta, evite sucos concentrados ou polpas congeladas como algumas receitas sugerem. Além disso, não cozinhe nenhum pedacinho sequer para manter todo o sabor natural. Outro ponto importante é sempre fazer um bom purê de frutas, ou seja, triture muito bem e deixe a consistência o mais homogênea e cremosa possível. Se houver necessidade, passe o purê por uma peneira para não comprometer a textura final.

Para dias de muito calor, acho que a proposta do sorbet de manga é bem parecida com a do limão: refresca demais. Separe uma manga bem madura que você não vai se arrepender!

Sorveteira à mão, e vem comigo! 
Para um pote pequeno de sorvete:

  • 450g de manga
  • 1 e ½ colher de sopa de Cointreau (licor de laranja) *opcional
  • 75ml de água
  • 50g de açúcar
  • 1 pedacinho de gengibre
  • Suco de um limão
  • Raspas de um limão

Leve uma panela ao fogo com a água, o açúcar e o gengibre picado em pedacinhos. Após ferver, deixe o fogo ligado mais 5 minutos. Desligue e adicione o suco do limão. Retire os pedaços de gengibre e deixe a calda esfriar completamente.

Descasque a manga e corte-a em cubos. Se possível, tente retirar o máximo de polpa da fruta. Bata a manga no liquidificador até obter um purê bem homogêneo.

Adicione a calda fria ao purê. Bata novamente.

Acrescente o licor de laranja e as raspas do limão, e bata mais uma vez. Se você achar que a sua massa está com muita fibra, passe a mistura por uma peneira, ok?

Com a massa pronta, coloque-a na sorveteira e siga as instruções da sua máquina. Depois de pronta, coloque a massa em um recipiente e deixe finalizar o processo no freezer.

Dicas: a manga Palmer costuma ser menos fibrosa, portanto, ela é bastante indicada para sorbets. Lembre-se que o sorbet não pode ficar muito tempo fora do freezer, caso contrário ele irá derreter completamente.
 
Bon Appétit!
Bisous,

Write a comment