DSC_1325
Aves

Dos tempos do Mackenzie: Frango Cremoso

Desenterrei – muito sem querer – uma receita que faz parte da minha memória afetiva, e gostaria de dividi-la com vocês. Acho que ela é boa e bem prática para o dia a dia. Afinal de contas, sejamos honestos minha gente, são poucas as pessoas que têm todo tempo do mundo para gastar na cozinha durante a semana sonho meu. Fuçando Google à fora, encontrei uma pérola da época em que eu era universitária. A saudade bateu forte, confesso! Para relembrar os meus tempos de Mackenzista, hoje é dia de: Frango Cremoso.

Há muitos anos atrás, quando eu ainda era xóvem estava na faculdade, tive a experiência de fazer um blog com um grupo de amigas. Não, não foi de livre e espontânea vontade. Na época, era um projeto que fazia parte de uma das matérias da grade. Logo, valia nota. Lembro que, naquele período, eu odiei a experiência com todas as minhas forças. Enxergava o blog como um trabalho de faculdade, ou seja, como uma grande obrigação.

O meu grupo era formado por mais outras três meninas, cada uma com gostos e estilos completamente diferentes. Como duas delas eram do interior e moravam sozinhas em São Paulo, desenvolvemos um blog que tinha como objetivo o de ser um guia para estudantes. Ou melhor, um guia para quem estava começando uma vida longe de casa e que tinha que se virar com as novas e complexas obrigações. Falávamos sobre agenda cultural e entretenimento, dicas de limpeza, saúde, repúblicas alheias e, claro, culinária. Vou dar só uma chance para vocês descobrirem qual era o meu tema. Comida, claro.

Vale lembrar que o meu repertório culinário da época era o de uma estudante universitária. As coisas que eu sabia preparar na cozinha ficavam no território tipicamente adolescente: macarrão, miojo, ovo frito, tostex e congelados. Na época em que postei essa receita, eu nomeei a dupla “frango com milho” como uma “combinação perfeita”. Lembro que na época, um dos quesitos para as postagens das receitas era sempre pensar no preço dos ingredientes e as chances deles existirem nas geladeiras das repúblicas. O requeijão que vai na receita vá lá, mas agora o frango desfiado e o milho enlatado, convenhamos que era um pouco mais complicado. Olhava para as compras que a minha mãe fazia, e automaticamente imaginava que as repúblicas tinham o mesmo acervo. Tolinha, não?

Passados alguns anos, enxergo essa receita como mamão com açúcar. Ou seja, considero como um puta super quebra-galho para dias de preguiça, correria ou falta de criatividade. Os ingredientes que entram obrigatoriamente na nossa lista de compra, acabam se transformando em uma comidinha um pouco mais “diferente” dos tradicionais pratos da semana. Outro ponto bacana, é que não precisa de muito para acompanhar. Eu, particularmente, gosto de um arroz branco ou legumes refogados. Fácil, não? E o melhor de tudo, ela continua sendo uma de-lí-ci-a.

Já deixa o arroz no esquema, e vem comigo!
Para um pirex:

  • 400g de frango cozido e desfiado
  • ½ cebola
  • 1 lata de milho verde
  • 1 copo de requeijão
  • 1 caixinha de creme de leite
  • ½ xícara de chá de queijo parmesão ralado
  • Q/N de leite
  • Sal a gosto
  • Pimenta do reino a gosto
  • Fio de óleo

Pique uma cebola em cubinhos bem pequenos, reserve. Em uma panela quente, coloque um fio de óleo e refogue a cebola até ela ficar transparente. Em seguida, adicione o frango desfiado e mexa por aproximadamente 3 minutos. Desligue e reserve. Se você não tiver frango cozido e desfiado, expliquei direitinho como se faz aqui.

No liquidificador, bata o milho (sem a água), com o requeijão, o creme de leite com soro e o parmesão ralado.

A consistência ficará grossa. Raleie com leite e aos poucos para não deixar o creme líquido demais. Eu costumo fazer de ¼ de xícara de leite em ¼, até chegar na consistência que eu considero boa. Você deve levar em conta que se o creme ficar muito grosso, ele vai secar quando for ao forno e não ficará cremoso. Líquido demais, ele também não ficará muito bom, ok? Por último, acerte o sal e a pimenta do reino.

Pré-aqueça o forno à 200º.

Espalhe um pouco do creme sobre o pirex e depois espalhe o frango desfiado. Cubra com o restante do creme de milho. Forre o pirex com papel alumínio e leve ao forno. Quando começa a borbulhar, retire o papel alumínio e ligue o grill do seu forno para dar uma queimadinha por cima.

Dicas: para acompanhar o frango cremoso, opte por arroz, batata palha, legumes grelhados ou uma salada simples de folhas verdes.

Bon Appétit!
Bisous,

Write a comment