DSC_09042
Ovos

Para o brunch: Ovos Beneditinos (Eggs Benedict)

 DSC_09042

Da mesma forma que desconfio de pessoas que são bem-humoradas o dia inteiro não comem uma série de coisas que eu acho incrível, julgo ainda mais quando elas dizem que “ovos não são nada demais”. Além do sabor em si, fico encantada com as mais diversas formas de preparo possíveis e imagináveis. Claro que para o dia a dia, opto pelos modos mais “simples”. Mas, quando a ocasião pede algo especial, dificilmente consigo variar. De longe, quando o assunto é ovo, eu tenho uma receita predileta: os Ovos Beneditinos (Eggs Benedicts).

DSC_0901
Pelo nome pomposo, sempre acreditei que a receita fosse inglesa. Mas, para a minha surpresa, ela é americana. Dizem que a receita foi criada por um corretor de ações da Wall Street: o Mr. Lemuel Benedict. Quando jovem, após uma noitada de bebedeira, ele foi direto para o Hotel Waldorf curar a ressaca matinal. Chegando lá, pediu ao maître que preparasse uma refeição com torradas, manteiga, ovos poche, bacon e um pouco de sauce hollandaise (molho holandês). Surpreso com a combinação de sabores, o maître tratou de acrescentar o prato como opção permanente no menu. Desde então, os Ovos Beneditinos ganharam lugar cativo nos melhores cafés e brunchs do mundo inteiro.
É simples fazer ovos beneditinos? Sim. É fácil? Sem prática, não muito. Existem formas de tornar a experiência menos complexa traumática? Sempre. Mas, antes de descobrir os macetes, devo confessar que já estraguei muitos ovos e joguei muita manteiga fora. Ou melhor, quando estou em um mal dia, continuo estragando ovos loucamente. Tanto é que, para essa receita, adotei o método seguro depois de ter mandado um ovo diretamente para a lixeira da cozinha. Em relação ao molho, com paciência e atenção, é relativamente tranquilo.
DSC_0896
Acertar um ovo poche depende principalmente de três coisas: o ovo em si – quanto mais novo melhor, a temperatura da água e o tempo de cozimento. Existem duas formas de preparo: uma em que você coloca o ovo diretamente na água e outra que você faz uma trouxinha com um papel filme. Gosto do segundo método porque a chance de estragar é mínima e porque o formato fica muito mais bonito. A água não pode ferver porque as bolhas grandes farão com a clara se disperse. Quanto ao tempo, ovo poche bom é ovo poche no ponto, ou seja, com a gema bem mole. Se o tempo passar, o ovo vira cozido.
 ovo-2Bbeneditino
Já a sauce hollandaise (molho holandês), é um molho de origem francesa a base de gemas e muita manteiga. Costuma-se acrescentar vinagre ou suco de limão para dar acidez ao molho, o que deixa o seu sabor ainda mais especial! O preparo é feito em banho-maria e, o único cuidado, é em relação a temperatura da água. Se ficar quente demais, a gema coagula e vira ovo mexido. O resultado final é um molho homogêneo, aveludado, sedoso e extremamente cremoso.
Se você ficou com vontade de comer ovos beneditinos, tenha em mente uma coisa: esse é um daqueles pratos para comer sem pressa, apreciando cada garfada do começo ao fim. Sentar a mesa e se deleitar com conversas intermináveis (preferencialmente regadas à mimosas), fazem dos ovos beneditinos uma experiência completa, reforçada e deliciosa.

DSC_091525

 

Ovos separados, e vem comigo!

Para 1 ovo beneditino:
Para o ovo
– 1 ovo novo
– Azeite
– Papel filme
– Q/N de água
Para o molho holandês
– 1 gema
– 1 colher de sopa de vinagre branco ou de maçã
– 100g de manteiga com sal
– Pimenta do reino a gosto
– Sal a gosto
– Q/N de água para o banho-maria
Separe todos os ingredientes antes de iniciar o preparo.
DSC_0870
Comece pelo molho. Derreta a manteiga no micro ondas e reserve.
DSC_0874
Esquente a água. Quando ela ferver, abaixe completamente o fogo. Enquanto isso, com um fouet, bata bem a gema com o vinagre até incorporar bem um ao outro.

DSC_0876

Com a água já quente, encaixe o bowl na panela e bata vigorosamente com o fouet até a mistura espumar.
DSC_0880
Aos poucos, adicione a manteiga derretida sem parar de bater. O objetivo aqui é incorporar a manteiga à gema e, consequentemente, engrossar o molho. ATENÇÃO! Para cozinhar a gema, é importante que o molho esteja sempre com a temperatura quente, ok? Se você sentir a temperatura muito quente, desligue o fogo e retire o bowl da panela (sempre batendo). Depois volte e ligue o fogo no mínimo novamente.
DSC_0881
Quando o molho encorpar, retire o bowl do banho-maria, tempere com pimenta do reino e se houver necessidade, acerte o sal. Reserve.
DSC_0883
Prepare o ovo como mostrei aqui (faça uma trouxinha com plástico filme para embalar o ovo). Em seguida, mergulhe a trouxinha de ovo na água quente. Deixe cozinhar o ovo por 5 minutos. CUIDADO para não deixar o ovo passar do ponto. Retire a trouxinha da água com cuidado para não se queimar, corte o plástico filme delicadamente e reserve o ovo.

DSC_0889 DSC_0891

Para a montagem, coloque uma torrada no prato, um pouco de molho holandês sobre ela, a carne de sua preferência (presunto cozido, presunto parma, bacon, lombinho canadense), o ovo e regue com molho holandês. Finalize com salsinha ou páprica picante.
Bon Appétit!
Bisous,
Mariana Muller

Write a comment