DSC_0092
Acompanhamentos, Carne Bovina, Legumes & Verduras

God Save The Queen: Rosbife com Purê de Ervilhas e Batatas Assadas

DSC_0086

Em tempos de Brexit, com todo mundo falando sobre a saída do Reino Unido do bloco da União Européia, me deu vontade sabe de quê? De comer um clássico da Terra da Rainha, claro. De viajar também, mas como isso é um blog de culinária, vamos focar apenas nas panelas! Seguindo o tradicionalismo britânico e o meu estômago, hoje vamos de: Rosbife com Purê de Ervilhas e Batatas Assadas.

DSC_0083

Rosbife é um daqueles pratos que a família nunca dispensa. Já contei em algum momento como as minhas avós eram excelentes cozinheiras, certo? A minha avó materna, Dona Lourdes, fazia um rosbife que era de comer ajoelhado. Ate hoje uso as duas receitas que eram dela: a carne que passa pela marinada e a que é temperada quase que na hora.

DSC_0091

Eu já postei uma receita de rosbife lá atrás, nos primórdios do blog. Não me orgulho das fotos, mas ainda assim super recomendo o preparo. Como já postei um tipo de receita, optei por trazer a segunda versão. Ao invés de marinar a peça de carne no dia anterior, escolhi temperá-la um pouco antes do preparo apenas com sal, pimenta do reino e grãos de mostarda ambos moídos na hora. Quando tempero carne, as vezes utilizo mostarda em grão para dar um sabor mais marcante e mais personalidade ao prato. Recomendo!

DSC_01092

Além do purê de ervilhas, quis fazer batatas para acompanhar. Ao invés de assar a batata com sal e azeite, acrescentei parmesão ralado antes de levar ao forno. O queijo dá sabor, crocância e deixa o aspecto da batata ainda mais bonito. E, por último e não menos importante, o molho para acompanhar a carne. Fiz uma releitura do remoulade, um molho francês apreciado também pelos alemães. Mantive a base de maionese, adicionei cebola bem picadinha (quase triturada), limão e mostarda Dijon.

DSC_0101

Todos os sabores combinaram muito bem. Nada se sobrepôs demais, fazendo com que o equilíbrio do prato não fosse prejudicado. Ah! E se sobrar rosbife, você ainda pode fazer um sanduíche daqueles.

DSC_0105

Separe um pint de Guinness (ou uma taça de vinho tinto), e vem comigo!

Para 4 pessoas:

Para o rosbife

  • 1 peça limpa de filé mignon ou largarto
  • Sal a gosto
  • Pimenta do reino a gosto
  • Mostarda em grãos moída a gosto (opcional)
  • Q/N de óleo

 

Para as batatas

  • 8 batatas cozidas
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 1 xícara de chá de parmesão ralado (preferência pelo fresco)
  • Manteiga com sal para untar

 

Para o purê de ervilhas

  • 300g de ervilhas congeladas (um pacotinho)
  • ½ cebola picada
  • 2 colheres de chá de manteiga
  • ¼ xícara de chá de água quente
  • Sal a gosto
  • Pimenta do reino a gosto

Para o molho

  • 4 colheres de sopa de maionese
  • 2 colheres de mostarda Dijon (uso a Maille)
  • 1 colher de chá de suco de limão
  • ½ cebola pequena

 

Comece pelo purê de ervilhas. Em uma frigideira, derreta uma colher de chá de manteiga. Refogue a cebola até ela murchar e, em seguida, acrescente as ervilhas. Refogue por alguns minutos até as ervilhas ficarem cozidas (algo em torno de 3-5 minutos).

DSC_1373

DSC_1377

Em seguida, leve a ervilha refogada ainda quente ao mixer. Acrescente a água quente e triture até formar uma pasta. Eu, particularmente, gosto de deixar pedacinhos no purê. Se vocês gostar de purê liso, bata bem! Volte o purê para a frigideira, finalize com mais uma colher de chá de manteiga e acerte o sal e a pimenta do reino. Reserve.

DSC_1380

DSC_1383

Passe para as batatas. Com elas já cozidas – tome cuidado para não ficarem moles demais, corte-as em cubos. Unte um pirex com a manteiga, disponha as batatas tomando cuidado para uma não ficar em cima da outra. Regue com o azeite e polvilhe generosamente o parmesão ralado por cima. Asse em forno pré-aquecido à 200º até o queijo derreter completamente e dourar. Se houver necessidade, use o grill do forno para a finalização.

DSC_0075

DSC_0077

Em seguida, prepare a carne. Tempere a peça limpa com sal, pimenta do reino e mostarda em grãos – ambos moídos.

DSC_0059

Em uma panela (faz menos sujeira)/frigideira, coloque uma boa quantidade de óleo e, em fogo médio,  frite-a dourando todos os lados. Antes de virar, certifique-se que o lado esteja tostadinho. Faça isso nos quatro lados da peça e nas duas pontas. Se começar a grudar demais, use mais óleo. O tempo é relativo porque depende muito do tamanho da peça e da frigideira utilizada.  Se você estiver inseguro e com medo de cozinhar demais a carne, sugiro que você sele a carne e leve para assar por aproximadamente 20 minutos em forno pré-aquecido a 200º. Quando a carne estiver pronta, enrole-a em uma pedaço de papel alumínio e deixe descansar por 15 minutos para os sucos da carne serem reabsorvidos. Depois de deixar a peça descansar, fatie o mais fino que conseguir com uma faca elétrica. Reserve.

DSC_0062

DSC_0066

DSC_0070

DSC_0072

DSC_0080

Por último, faça o molho. Pique a cebola bem miudinha. Quanto menor ela ficar, mais gostoso o seu molho será. Em um bowl, junte a maionese, a mostarda Dijon, o suco de limão e a cebola picada. Misture bem para incorporar todos os ingredientes.

DSC_0042

DSC_0047

DSC_0052

God save the Queen e Bon Appétit!

Bisous,

Mariana Muller

Write a comment