dsc_0054
Acompanhamentos, Peixe & Frutos do Mar

Almoço de pai e filha: Polenta Cremosa com Lulas e Rúcula Crua com Redução de Aceto Balsâmico

dsc_0058

Final de semana passado a minha mãe foi viajar, meu irmão tinha compromisso e eu e meu pai ficamos fomos abandonados em casa. Ao invés de sairmos para comer fora como sempre fazemos, sugeri um almoço em casa. Algo simples, apenas para curtirmos um tempo juntos. Antes que eu sugerisse qualquer coisa, ele me desafiou determinando o vinho que acompanharia a refeição e pediu polenta. De resto, eu podia fazer o que quisesse! Aceitei o desafio, quebrei meus próprios preconceitos e fiz uma: Polenta Cremosa com Lulas e Rúcula Crua com uma Redução de Aceto Balsâmico.

dsc_0013

Eu sempre acreditei que acompanhamento para polenta era carne vermelha, carne de caça ou cogumelos. Tirando isso, julgava que qualquer outro ingrediente era inviável. Frutos do mar então, impossível! Antes mesmo de provar, eu já tinha a certeza absoluta de que não daria certo. Muito influenciada pela forma como a minha avó e mãe faziam, e pela forma como sempre vi na maioria dos cardápios dos restaurantes italianos, achava essa ideia uma loucura.

dsc_0056

Quando meu pai escolheu vinho branco para acompanhar a polenta, confesso que fiquei sem chão. Automaticamente ele minou qualquer possibilidade que eu tinha de usar carne vermelha ou de caça. Já sabendo que ele não é tão fã assim de cogumelos, me senti encurralada. Oferecer polenta com legumes? Nem pensar. A cota de vegetarianismo aqui em casa fica por conta da minha mãe.

dsc_0062

O jeito foi inovar. Foi romper todos os preconceitos que eu tinha em relação a misturar polenta com… Frutos do mar. Ao invés de usar camarão, achei que a lula traria uma textura interessante à cremosidade da polenta. Como queria destacar o seu sabor, usei poucos temperos: apenas suco e raspas de um limão siciliano, pimenta rosa para dar picância e sabor, e sal. A polenta também foi feita de forma bem simples: fubá, caldo de legumes caseiro e manteiga. Optei pela rúcula crua para dar frescor e cor ao prato. Por último, fiz uma redução simples de balsâmico para trazer um pouco de acidez. Acertei em cheio! E, de acordo com o meu pai Papa da comida, o desafio foi concluído com sucesso.

Prepare as panelas, e vem comigo!

Para duas pessoas:

Polenta

  • 1 xícara de chá de fubá
  • 3 xícaras de chá de caldo de legumes caseiro (+ ½ xícara de chá se a polenta ficar dura)
  • 1 colher de sobremesa de manteiga com sal

Lulas

  • 400g de lulas pequenas limpas
  • 1 limão siciliano (suco e raspas)
  • 25 grãos de pimenta rosa
  • 1 colher de sopa de azeite
  • Sal a gosto
  • Q/N de rúcula crua lavada

Redução de Aceto Balsâmico

  • 1 xícara de chá de aceto balsâmico
  • 1 colher de sopa cheia de açúcar mascavo ou orgânico

Comece pela lula. Eu comprei lulas limpas o que facilitou bastante o trabalho. Corte a lula em três anéis. Reserve.

dsc_0008

Com a ajuda de um ralador, raspe a casca do limão delicadamente tomando cuidado para ão raspar a parte branca. Reserve. Quando finalizar, esprema o limão inteiro para obter o suco. Reserve.

dsc_0014

Coloque os anéis de lula em um bowl, adicione o suco do limão, as raspas do limão, os grãos de pimenta rosa, o azeite e o sal. Misture bem, cubra com um plástico filme e deixe marinando na geladeira por aproximadamente meia hora.

dsc_0016

Em seguida, passe para a redução de aceto balsâmico. Em uma panela pequena, adicione o aceto e o açúcar, e misture bem. Em fogo baixo e sempre misturando, espere o aceto reduzir pela metade e engrossar. O processo leva em torno de 10/15 minutos. Quando estiver pronto, retire do fogo e deixe descansando em um potinho. A consistência deve ficar grossa, como se fosse uma calda.

dsc_0145

Depois, passe para a polenta. Esquente o caldo de legumes e em seguida adicione o fubá. Mexa até engrossar. Se houver necessidade, acrescente mais caldo para deixar a consistência bem cremosa. A medida do caldo é sempre 3 vezes a do fubá, no entanto, isso pode variar de acordo com o fubá utilizado. Quando a polenta estiver cozida e cremosa, finalize com a manteiga. Se precisar, acerte o sal. Reserve.

dsc_0033

dsc_0035

Retire a lula da geladeira, esquente uma frigideira e coloque um fio de azeite. Refogue as lulas até eles cozinharem e ficarem macias. Esse processo é bem rápido, algo em torno de 7 minutos. Se ficar com medo de deixar a lula borrachuda, refogue-as em duas levas, assim fica mais fácil de controlar.

dsc_0053

Para montar o prato, faça uma base de polenta cremosa, coloque a lula por cima, a rúcula crua ao lado e despeje um pouco da redução de aceto balsâmico por cima.

Bon Appétit!

Bisous,

Mariana Muller

Write a comment